close

Cuba

Cuba

Dicas de hospedagem em Cuba: Havana, Trinidad, Cayo Santa Maria e Cienfuegos

IMG_4125

Dicas de hospedagem em Cuba

Um dos motivos da escolha de viajar para Cuba foi o interesse em conhecer e explorar a cultura, o povo e a vida dos cubanos…  E, para isso, nada melhor que hospedar na casa de cubanos. Com exceção de Cayo Santa Maria, a escolha foi ficar em casa particular. Conheça as casas escolhidas em Havana e Trinidad e a indicação em Cienfuegos.

O que são as casas particulares?

As casas particulares possuem licença do governo Cubano para receber os turistas, funcionam como pousada/pensão. Todas as casas de família que possuem a autorização do governo estão identificadas com um símbolo (foto abaixo).

Essas casas pertencem a cubanos, são sempre muito simples, porém são limpas e bastante arrumadinhas para os “padrões de Cuba”. A hospedagem na casa de família oferece um excelente custo benefício e é, sem dúvida, uma experiência única de vivenciar a realidade do povo cubano. Além disso, é uma opção bem mais econômica que a tradicional estadia em hotéis.

Lembre-se, Cuba é um país que parou no tempo, não vá esperando luxo ou sofisticação em nada, nem nos hotéis, nem muito menos nas casas particulares. Tudo é muito simples, mas bastante suficiente para passar algumas noites.

A dica é procure por quartos que tenham ar condicionado, o calor na ilha é de matar. Outro ponto fundamental é escolher o quarto tenha banheiro privativo.

Símbolo de todas as casas que são autorizadas a receber turistas

 HAVANA

Primeira coisa a ser definido na hora de escolher a hospedagem em Havana é o bairro que você quer ficar. As melhores opções ficam em três áreas: Habana Vieja, Centro Habana e Vedado. Habana Vieja é a parte mais antiga e turística da cidade. Coladinho em Habana Vieja está o Centro Habana, onde está o Capitólio e o Paseo del Prado.  Já em Vedado a vibe é outra – é uma área mais moderna, bastante residencial, mas com uma vida noturna agitada e boas opções de restaurantes.

Escolher a região da hospedagem é estritamente pessoal, depende do que o você prefere encontrar nos arredores do seu hotel ou casa particular. Depois de muito pesquisar escolhi ficar hospedada em Vedado. O bairro está um pouco mais distante de Habana Vieja (não da para ir à pé), mas tem a facilidade de transporte público até lá (leia mais sobre o transporte em Havana).

Vedado é um bairro mais residencial, foge do constante assédio aos turistas de Habana Vieja.  O bairro tem bons restaurantes, casas noturnas e é super movimentado durante à noite. Quanto à segurança, é um bairro seguro como qualquer outro em Havana. Adorei a escolha!!!

Depois de escolher o bairro, é hora de encontrar a casa particular. Pesquisei bastante até que encontrei o Hostal Corazón de Vedado.  A casa particular é do Luis, cubano, engenheiro, casado, simpaticíssimo, que adora receber brasileiros e fala um belo “portunhol”, é super atencioso e está sempre pronto para ajudar no que for preciso!

Os quartos da casa do Luis possuem ar condicionado, uns com banheiro privativo e outros compartilhados, mas todos com água quente, papel higiênico e toalhas! O café da manhã é simples, mas bem gostoso e tem pão, queijo, presunto, frutas, suco natural, café e leite. A diária do quarto triplo nos custou 28 CUCs e o café da manhã é cobrado à parte, 3,50 CUCs por pessoa/dia.

A sensação que tive quando cheguei na casa do Luis, foi de chegar na casa da vó, ambiente acolhedor, mobília antiga, tudo muito limpo e arrumado. Fizemos a reserva através do site e se você também quer se hospedar na casa do Luis, não deixe para última hora, são poucos quartos e vivem cheios de turistas! Fica a dica!!!

TRINIDAD

Em Trinidad é altamente recomendável fazer a reserva com antecedência, a cidade é abarrotada de turistas e tudo se esgota rapidamente. Nossa hospedagem na cidade não poderia ter sido melhor, escolhemos o Hostal La Gran Piedra. A casa é do Adonis e Arianna, um casal jovem e bastante atencioso. A casa possui apenas 02 quartos para três pessoas (01 cama de casal e 01 de solteiro), é tudo novinho, com ar condicionado, frigobar, banheiro privativo, água quente e toalhas.

O café da manhã servido pela Arianna é excelente, vale a pena! Experimentem também a deliciosa lagosta com camarão servida em quase todas as casas particulares de Trinidad. A comida é farta, bem preparada e custa 10 CUCs por pessoa!

Em Trinidad as coisas são um pouco mais caras do que em Havana. O quarto triplo/noite nos custou 30 CUCs e o café da manhã 4 CUCs por pessoa/dia. Fizemos a reserva através do e-mail: adonis.piedra@nauta.cu, mas como a internet em Cuba não é nenhuma maravilha, não se preocupe se demorarem a responder, é normal!!!

Um fato interessante que vale à pena compartilhar: quando fomos embora da casa da Arianna, em agradecimento por tudo, demos de presente a ela um pote de shampoo e condicionador, destes comuns que encontramos em qualquer supermercado do Brasil. Arianna ficou tão emocionada e agradecida com o presente que nos comoveu.

Adonis, Larissa, Donária, Eu e Arianna

CAYO SANTA MARIA

Em Cayo Santa Maria não existe outra opção que não seja hospedar em resorts com sistema all inclusive. Há muitas opções de hotel no Cayo, pesquise e encontre o que mais atenda em relação ao custo benefício, mas lembre-se, você está em Cuba, resort all inclusive em Cuba é bastante diferente de qualquer outro lugar do mundo.

Optei pelo hotel Ocean Casa del Mar, da rede espanhola H10 Hotels. O hotel é novo e foi bastante satisfatório para os padrões da ilha de Fidel, um ótimo custo benefício. Mas, como estamos falando de Cuba, não espere muito da comida, ou melhor, não espere NADA.  A comida do hotel é ruim, testei todos os restaurantes na esperança de encontrar algo bom, mas foi em vão. O sorvete era a única coisa que salvava no hotel. Ah, mas não vá achando que comida ruim é exclusividade deste hotel. O único resort que li maravilhas sobre a comida foi o Royalton Cayo Santa Maria, porém é um hotel muito mais caro do que o Casa del Mar!

Praia do hotel
Passei incluso na diária
Piscina do hotel

 

CIENFUEGOS

Não tive a chance de conhecer Cienfuegos, mas fizemos amizade com o Andros, que é dono de uma casa particular no centro da cidade que se chama Hostal Juventas. O hostal do Andros tem boas avaliações no TripAdvisor. Então, se você for até Cienfuegos, fica a dica da casa do nosso amigo Andros!

 

 

Leia Mais
Cuba

CUBA: VISTO, DINHEIRO E INTERNET

Havana

Planejar uma viagem a Cuba é um grande desafio, as informações são escassas e sempre desencontradas. Então, se você planeja conhecer esta ilha, seguem algumas dicas sobre o visto, dinheiro e a conexão com a internet…

VISTO ou TARJETA DEL TURISTA

Brasileiros que vão para Ilha precisam de visto, mas o visto nada mais é que um papel que se compra no guichê da Companhia Aérea no momento do check-in. Viajamos pela Copa Airlines e em Belo Horizonte conseguimos comprar o visto e ainda pagamos em Real. A tarjeta del turista custa 20 USD, caso companhia aérea não tenha o visto disponível no momento do seu check-in, não se preocupe, quando chegar no Panamá você conseguirá comprar, a única diferença é que pagará em dólar. Lembre-se de ter o dinheiro trocado.

Visto Cubano
Visto Cubano

DINHEIRO

Em Cuba existem duas moedas correntes: o Peso Cubano (CUP – a moeda utilizada pelos Cubanos) e o Peso Cubano Convertível (CUC – moeda dos turistas).

A taxa de câmbio é de 1 CUC = 25 CUP e 1 CUC = 1 USD. É aconselhável levar EURO, pois se a moeda de troca for o dólar americano é aplicado uma espécie de taxa, o que não acontece com outras moedas estrangeiras.

As CADECAS, como são chamadas as casas de câmbio, estão espalhadas por toda Havana (neste site você encontra o endereço das cadecas nas principais cidades de Cuba – procure por canje de monedas). Ah, é necessário estar com o seu passaporte na hora de trocar o dinheiro! Não trocamos todo nosso dinheiro de uma só vez, fomos trocando aos poucos na medida que precisávamos.

Não se preocupem em levar cartão de crédito… não é aceito em quase nenhum lugar.  Levamos e usamos somente dinheiro em espécie!!!

Notas de CUC e CUP
Notas de CUC e CUP

INTERNET

Preparem-se para uma incrível detox digital!!! Em Cuba ainda não existe a rede 3G, então o acesso à internet é pago e existem pontos de conexão via wi-fi espalhados pelas cidades (confira os locais através deste site).

A internet funciona como se fosse um celular pré-pago, você compra o cartão que custa 2 CUCs/hora (valor de agosto de 2016) e quando estiver andando pelas ruas de Havana ou Trinidad e perceber um monte de gente sentada no chão com o celular… pronto! Você encontrou um ponto de acesso à internet! Raspe o seu cartão (login e senha) e conecte-se!

Os cartões NAUTA são vendidos na loja da Etecsa (Empresa de Telecomunicações de Cuba S.A.), compramos o nosso cartão na Calle Obispo em Habana Vieja, mas existem outras lojas espalhadas pela cidade, porém, todas têm fila, mas vale a pena esperar! A internet nos hotéis é bem mais cara. Compramos apenas um único cartão de 5 horas de internet por 10 CUCs e durou toda a viagem.

Ah, a vantagem é que você não precisa utilizar todo o crédito de uma só vez, você pode conectar e desconectar quantas vezes quiser e além de tudo pode compartilhar com quantos celulares quiser, mas cada um por vez! Em Cayo Santa Maria também foi possível conectar à internet com mesmo cartão no lobby do hotel.

Cartão Nauta para internet

 

Ponto de WiFi em Havana
Ponto de WiFi em Havana
Leia Mais